Total de visualizações de página

quarta-feira, 26 de outubro de 2016

Contran determina novas regras para som automotivo

Se é Lei basta agora fiscalizar e multar: Motorista que for flagrado com som automotivo audível do lado externo do veículo, independentemente da frequência ou do volume, e que perturbe o sossego público será autuado com uma multa grave, renderá 5 pontos na CNH e multa de R$ 127,69. Lembrando que a partir de novembro o valor das multas graves muda para R$ 195,23.


O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) aprovou, nessa quarta-feira (19), três novas resoluções que regulamentam autuações para som automotivo, transporte coletivo de passageiros e requisitos de segurança para veículos que transportam presos. 

A norma nº 624 determina a autuação do condutor que for pego com som automotivo audível pelo lado externo do veículo, com volume ou frequência que perturbe o sossego público, em vias terrestres de circulação.

Nesse caso, o agente de trânsito deverá registrar, no campo de observações do auto de infração, a forma de constatação do fato. A ação será considerada grave e acrescida de mais cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), conforme estabelece o art. 228 do Código de Trânsito Brasileiro.

A medida faz exceção a ruídos produzidos por buzinas, alarmes, sinalizadores de marcha a ré, sirenes pelo motor e demais componentes obrigatórios do próprio veículo.

Também não estão incluídos na decisão, os veículos prestadores de serviço com emissão sonora de publicidade, divulgação, entretenimento e comunicação, desde que estejam autorizados por órgão ou entidade competente, além de veículos de competição e os de entretenimento público, que estejam permitidos a utilizar o som específico em locais apropriados ou de apresentação estabelecidos pelas autoridades competentes.


Transporte coletivo de passageiros 


Todos os veículos rodoviários para transporte coletivo de passageiros, fabricados em qualquer ano, devem obedecer aos limites máximos de peso bruto total (PBT), bem como o peso bruto transmitido por eixo nas superfícies das vias públicas estabelecidos na Resolução nº 210, de 13 de novembro de 2006. A nova medida (Resolução de n.º 625 ) ficará em vigor enquanto a decisão judicial produzir efeitos.

A medida visa atender a decisão judicial que determinou que fosse excluída a ressalva feita pelo art. 2-A da Resolução Contran nº 210, de 13 de novembro de 2006, com redação dada pela Resolução CONTRAN nº 502, de 23 de setembro de 2014, de aumento de peso apenas para veículos fabricados a partir de 1° de janeiro de 2012. Dessa forma, a previsão deverá ser estendida a todos os veículos, sem exceção.


Transporte de presos


Já a Resolução nº 626 estabelece requisitos de segurança para veículos de transporte de presos, conforme previsto pela Política Nacional de Trânsito. O objetivo é a adequação do veículo para transporte de presos considerando a função, o meio ambiente e o trânsito.

Além disso, a medida regulamenta os procedimentos adotados pelo Departamento Nacional de Trânsito (Detran) para homologação de veículos junto ao Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam).

A determinação prevê, ainda, que os veículos fabricados e transformados para transporte de presos deverão obter o Certificado de Adequação à Legislação de Trânsito (CAT) e poderão utilizar luz vermelha intermitente e dispositivo de alarme sonoro somente quando houver prioridade de trânsito e de livre circulação, estacionamento e parada, e em efetiva prestação de serviço de urgência que os caracterizem como veículos de emergência.

A exceção será o transporte provisório e precário, por motivo de força maior, de suspeitos de cometimento de crime em compartimento de carga de viaturas policiais. Fica proibido o transporte em compartimento de proporções reduzidas, com ventilação deficiente ou ausência de luminosidade.

quinta-feira, 20 de outubro de 2016

1º Encontro de Jeepeiros de Itaocara

Não há como iniciar esse post sem parabenizar a galera do Ita Jeep Clube por sua garra, determinação e competência para organizar e viabilizar um evento top como esse. 

Abertura oficial do evento e a emoção de Luizão, que não consegui se conter.
É impressionante e emocionante ver como um grupo formado há cerca de um ano, e por apenas quatro famílias, fazer o que fizeram. Ótima hospitalidade (almoço, café da manhã e muita presteza), uma boa trilha, com dificuldade média, e pista de obstáculos para fechar com chave de ouro. 


Bem, no início da noite de sexta-feira (14) eu minha trupe e mais uma galera do Jeep Clube de Campos, seguimos para a quente Itaocara (e põe quente nisso). Armamos nosso acampamento na orla do rio Paraíba do Sul, bem próximo de onde seria a concentração do evento, e já começamos a nos confraternizar com os presentes.


Sábado pela manhã, a medida que o tempo passava, me impressionava ao ver o quanto de pessoas, de grupos diversos e de diferentes cidades, se prontificaram a privilegiar um evento que estava em sua primeira edição.


E assim foi. Sucesso total! Acredito que maior parte dos que se fizeram presente, estavam ali para retribuir e agradecer ao Luizão, que sempre se faz presente nos diversos eventos da região. E quem foi, com certeza se surpreendeu e curtiu. Pois o evento não deixou nada a desejar e o visual foi incrível. Veja mais fotos aqui.



A trilha terminou já era noite. Longa sim, mas muito boa e sem maiores incidentes. De volta ao acampamento, fomos agraciados com uma chuvinha, e por ali rolou aquele churrasquinho básico.


Na manhã seguinte, fizemos um café da manhã coletivo, desarmamos o acampamento e partimos para pista de obstáculos, para mais um pouco de emoção.  


Parabéns! Parabéns! Parabéns ao Ita Jeep Clube!Além de ter off road na veia, vocês tem muita garra.
Que este tenha sido o primeiro de muitos outros eventos. Estamos juntos!

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

Dia das Crianças

Na quarta-feira, dia de Nossa Senhora da Conceição Aparecida - padroeira de nossa pátria, a família JCC participou da Missa Solene, às 10h, na Basílica Menor do Santíssimo Salvador e em seguida saiu para distribuir brinquedos para a criançada.




Dia muito especial e gratificante, encerrado com fogueira a beira do Rio Paraíba do Sul, no qual a quase 300 anos atrás foi encontrado a imagem de nossa Mãe. As imagens falam por si.

quarta-feira, 12 de outubro de 2016

Desbravamento da Trilha da Serraria 2

Mais uma vez, uma galera aventureira, seguiu para dar continuidade ao desbravamento da Trilha Serraria, em Rio Preto, a qual ainda não foi concluída, se é que será um dia. 


Bem, sábado (08) bem cedo, nos concentramos em um posto da cidade, e após café da manhã comunitário e reforçado, seguimos para Rio Preto e de lá demos início a Serraria 2, partindo do ponto contrário ao da Serraria 1, ou melhor do percusso que fizemos de moto


Diferentemente da etapa anterior, quando percorremos diversos trechos de pasto, dessa vez fizemos "a pior parte" do percurso por mata fechada, onde as maiores dificuldades foram a vegetação, a umidade e as pedras, mas o visual e a sensação foram bacana demais.


Além do prazer da aventura off road, não posso deixar de destacar a parceria de todos os bravos participante, que assim como os da primeira etapa mostraram que a união faz a força, e o quanto é gratificante estar entre amigos que curtem o mesmo hobby que o seu.


Como na etapa anterior, marcaram presença integrantes do Jeep Clube de Campos, de Os Taralama, do Jeep Clube de São João da Barra e alguns agregados que tem como sintonia comum a prática do off road. 


Após nos desvincilharmos de alguns problemas mecânicos e empecilhos naturais pernoitamos no topo de um morro, e "quase concluímos" que será difícil vencer toda a trilha, como era nossa intenção inicial.


A noite com direito a refeição suculenta, fogueira e umas brejas, foi recheada com muita "contação de causos", e aos poucos o sono foi nos tomando até o sol brilhar nova.mente.


Na manhã do domingo, desarmamos nosso acampamento e decidimos retornar, já que com carros quebrados seria inviável seguir.


Fizemos churrasquinho básico na beira do riacho e retornamos a Campos. Ou melhor, alguns retornaram cedo, outros fizeram um pit stop em Lagoa de Cima. Confira mais fotos aqui.


Valeu galera! Obrigado por me proporcionarem momentos de prazer, lazer e escape como esse.


Foi muito bom!

sábado, 8 de outubro de 2016

De quinta

Podem até achar que estamos "podendo", mas este tempo chuvoso não é muito propício para os profissionais do volante. Sendo assim,  na última quinta-feira, eu, Yuri e Careca, atendendo ao convite do amigo Maycon, saímos em busca de aventuras pela Baixada Campista.


Após quase uma semana de chuva, fomos visitar uma cava de barro... Uma verdadeira "isca" para o off road. Veja aqui.



Passamos também pelo "facão" e se chover mais alguns dias ficará no ponto.


Mais uma vez de carro sujo e alma lavada. O off road além de ser uma grande paixão, é um ótimo escape... É lazer, diversão e não aparência ou statos. 

terça-feira, 4 de outubro de 2016

Nova regra de pontuação na CNH divide opinião de motoristas profissionais

Mais uma Lei que pode dificultar o nosso ganha pão. Sabemos que ela é preventiva e educativa, mas a partir do momento que não nos permite trabalhar dignamente, só vem a atrapalhar. Confiram a matéria do Portal O Carreteiro:


Desde o dia 31 de julho, a lei 13.154/2015, passou a exigir que motoristas habilitados na categoria C, D e E que atingirem 14 pontos na CNH, façam o curso preventivo de reciclagem. Após a conclusão, todos os pontos serão eliminados, porém o carreteiro não poderá mais se beneficiar da medida no prazo de um ano. De acordo com o governo, a nova medida visa educar e disciplinar a categoria.

O Contran ainda não regulamentou se vai haver suspensão da carteira, por quanto tempo, qual a duração do curso e o custo. Apesar de especialistas acreditarem que a lei poderá solucionar em parte o problema do condutor em perder a CNH por infrações cometidas, alguns motoristas demonstram não estar em satisfeitos com as novas regras.

O Portal O Carreteiro promoveu entre os dias 28 de agosto e 28 de setembro, enquete sobre o tema, com a seguinte questão “Qual a opinião dos motoristas em relação a Lei 13.154”. Do total de 212 participantes, 62% (112) acreditam que a lei é apenas mais uma forma de arrancar dinheiro do motorista. Já 26% (56) disseram ser ótima porque vai aumentar a segurança nas estradas, deixar os motoristas mais conscientes e reduzir o risco do motorista profissional perder a CNH; 6% (13 votos) acreditam que não vai reduzir as infrações e os demais disseram desconhecer as exigências.

Apesar dos diversos fatores favoráveis, a Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos – CNTA está reivindicando ajustes em relação ao curso de reciclagem e solicitou ao Contran (Conselho Nacional de Trânsito) a não suspensão da CNH quando o motoristas de caminhão atingir 14 pontos e estiver realizando o curso de reciclagem. Outra solicitação da entidade diz respeito à redução de horas de curso de reciclagem, além de pedir também que o custo do curso não recaia sobre o transportador autônomo. Atualmente são exigidas 30 horas de curso de reciclagem para os motoristas que ultrapassarem 20 pontos na CNH, indiferente da categoria para a qual ele está habilitado.

O transportador autônomo de carga está muito mais suscetível às infrações de trânsito que as demais categorias. “Acreditamos que o curso preventivo de reciclagem é de caráter educativo, portanto, a suspensão, ainda que temporária, retira o direito básico de subsistência do caminhoneiro autônomo e de sua família. Por isso, nossas solicitações são primordiais para que a categoria – que atravessa por severa crise financeira e tem sido historicamente penalizada- possa manter suas atividades”, explicou Diumar Bueno, presidente da CNTA.

Fonte: http://www.ocarreteiro.com.br/nova-regra-de-pontuacao-na-cnh-profissional-divide-opiniao-de-motoristas/